Colômbia

Fundación Natura

Fundação Natura  está implementando o projeto Amazônia 2.0 em 9 comunidades indígenas e rurais, representadas pelo Cabildo do Resguardo Indígena Inga de Niñeras e da Associação Camponesa de Pro Desenvolvimento de Mononguete, no município Solano, departamento de Caquetá, Colômbia. A área de trabalho é de 30 mil hectares, onde não só são monitoradas a fauna e flora, mas também recursos ambientais e climáticos.

Sendo um território onde se juntam comunidades com diferentes necessidades e cosmovisões, o A2.0 tem desenvolvido um diálogo intercultural, a partir do qual, se trabalha a governança territorial.

Uma instituição aliada muito importante para o projeto na Colômbia, tem sido a Universidade da Amazônia, que fornece o título aos promotores, nome que se dá aos monitores neste país para eliminar conotações de observação, em um território antes ocupado por grupos armados.

Na Colômbia  já existem 12 promotores rurais e indígenas trabalhando, aplicando, de forma intercultural, um plano de gestão para a bacia de Niñeras. Além disto, existem acordos preliminares com o Instituto de Hidrologia, Meteorologia e Estudos Ambientais, instituto vinculado ao Ministério de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Colômbia (IDEAM), para gerar alertas na área de intervenção do projeto como parte do sistema nacional de monitoramento e alertas de desmatamentos.  

Contato

ESCRITÓRIO REGIONAL UICN AMÉRICA DO SUL

  • Edificio Murano Plaza, piso 12
    170515 Quito, Ecuador
  • (+593 2) 3330 684
  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Envia-nos uma mensagem


© 2020 Amazonia 2.0. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Nido Interactive.