Notícias

CASA DE CURA INDÍGENA LUTA CONTRA A COVID-19

Até 18 de julho de 2020, um total de 40 pacientes afetados pelo coronavírus já foram tratados na "Casa de cura dos sábios indígenas da província de Atalaya" (CSSI-A), uma semana após sua inauguração. 

Este espaço foi criado por iniciativa do Comando Indígena Provincial formado pelas organizações indígenas: a Coordenadora Regional dos Povos Indígenas da AIDESEP Atalaya -CORPIAA e a União Regional dos Povos Indígenas da Amazônia da Província de Atalaya -URPIA junto com ECO REDD parceiro do projeto Amazônia 2. 0, liderado pela IUCN América do Sul e financiado pela União Européia. Esta iniciativa surge em resposta ao aumento de infecções e mortes por coronavírus nas populações indígenas, tem como objetivo prestar atendimento aos pacientes potenciais afetados pela COVID-19 de preferência indígenas e pela província de Atalaya, para evitar a propagação do vírus e a perda de mais vidas humanas na província.

De acordo com informações fornecidas pelo pessoal médico e indígena que trabalha no CSSI- A, eles indicaram que os pacientes que haviam sido atendidos apresentavam sintomas relacionados à COVID-19 receberam o tratamento e os medicamentos correspondentes, além de gerar um formulário de registro, a fim de monitorar os casos.

A Casa de Cura dos Sábios Indígenas e Mulheres Sábias de Atalaya é um espaço que oferece cuidados aos pacientes potenciais afetados pela COVID-19 através da fusão da medicina tradicional (plantas medicinais) apoiada pela sabedoria ancestral dos sábios indígenas e da medicina ocidental, uma vez que tem o monitoramento de um médico e enfermeiras. A operação é dirigida por um sábio indígena e sempre acompanhado por um médico, a fim de garantir a saúde dos pacientes.

Atualmente, a CSSI-A opera nas instalações institucionais da Federação das Comunidades Nativas Asheninka da Província de Atalaya - FECONAPA, localizada em Jr. Rímac, um espaço de cerca de 400 a 500 metros quadrados; ela prestará atendimento a uma média de 30 pessoas por dia, 20 internados e 10 ambulatoriais e/ou cuidados em suas casas.

Quanto aos custos de sua implementação, equipamentos, operação e pagamento de serviços estão sendo financiados pelo apoio da cooperação, pessoas e instituições com sensibilidade, incluindo ECO REDD parceiro doAmazônia 2.0. Espera-se nos próximos dias estender os serviços às comunidades através de agentes comunitários, sabe-se que em Sepahua e Tahuania também estão implementando iniciativas similares à casa de Cura Indígena.

 

SUBSCREVA A NEWSLETTER:

Contato

ESCRITÓRIO REGIONAL UICN AMÉRICA DO SUL

  • Edificio Murano Plaza, piso 12
    170515 Quito, Ecuador
  • (+593 2) 3330 684
  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Envia-nos uma mensagem


© 2020 Amazonia 2.0. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Nido Interactive.